Notícias

Slime: um perigo para as crianças!

  • Data: 03/06/2019

Médicos estão fazendo um alerta sobre casos de intoxicação com uma brincadeira que virou febre entre crianças e adolescentes, o slime. É aquela massinha pegajosa e colorida feita em casa, que pode conter mais perigos do que os pais imaginam. O problema está nos ingredientes usados para dar a liga na mistura.

Alguns são tóxicos, como o ácido bórico, também conhecido como bórax, e o contato com essa substância já mandou muitas crianças para o hospital.

Os médicos recomendam que, a qualquer sinal de vermelhidão na pele e sintomas como náuseas e vômitos, os pais devem levar a criança imediatamente ao pronto-socorro.

Entenda os riscos

A utilização do produto químico bórax na confecção do slime pode comprometer a saúde das crianças. O slime é a massa colorida, de aspecto gosmento, que pode ser comprada em lojas ou produzida em casa. O bórax é um dos ingredientes usados, mas ele tem ácido bórico em sua composição e pode causar inchaço, vermelhidão e queimaduras no contato com a pele.

Se ingerido ou inalado em grandes quantidades, o bórax pode provocar ainda dor abdominal, náuseas, vômito e até hemorragia no sistema digestivo. O contato constante com as mãos pode levar a dermatites e desgaste das digitais, com potencial de provocar lesões.

A água boricada, que pode ser usada no lugar do bórax para dar consistência gelatinosa à massa, também contém ácido bórico, mas em concentração mais baixa e considerada opção mais segura por pediatras.

A toxicidade do bórax no slime pode aumentar se o produto for combinado com outras substâncias químicas, como as presentes em corantes, amaciantes e cremes de barbear - ingredientes que também são usados em algumas receitas de slime.

Confira matéria exibida nesta segunda (3 de junho) no Programa da Fátima Bernardes. https://globoplay.globo.com/v/7637086/

Fonte: G1