Atividades Diárias

Combate ao cyberbullying: a "zoeira" tem que ter limite

  • Data: 22/04/2019

Está descrito na Wikipedia: Assédio virtual, ou cyberbullying, é uma prática que envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para dar apoio a comportamentos deliberados, repetidos e hostis praticados por um indivíduo ou grupo com a intenção de prejudicar o outro. Ele tem se tornado cada vez mais comum na sociedade, especialmente entre os jovens. E atualmente, legislações e campanhas de sensibilização têm surgido para combatê-lo.

E na semana passada, o Renô se juntou a esse time contra o cyberbullying! A professora de Robótica Lourhania trabalhou com os alunos do Fundamental 2 um jogo temático – Combate ao Cyberbullying.

O jogo foi muito legal, mas... A atividade ainda não chegou ao fim! O encerramento da programação acontecerá no dia 4 de maio, durante a palestra “Cyberbullying, não entre nessa  brincadeira”, com o marketólogo e pedadogo Eugênio Ferreira, no auditório da escola.

O jogo integra uma campanha lançada pela ZOOM Education for Life e é o primeiro programa da série Movimentos Mobilizadores, que ocorrerão ao longo do ano levando às salas de aula o debate de assuntos que normalmente não são trabalhados nas escolas, de forma divertida e lúdica e dentro de um contexto de aprendizagem ativa.

“Além de incentivar o debate e o conhecimento a partir do uso de recursos de aprendizagem ativa, os programas colocam os alunos, em todo o tempo, como protagonistas e potenciais influenciadores dos adultos a respeito de assuntos importantes para todos nós”, explica Marcos Wesley, CEO e fundador da ZOOM.

E a escolha do tema não foi à toa. Os dados do cyberbullying são alarmantes! O Brasil é o segundo país com casos de bullying virtual contra crianças e adolescentes, além disso, é dentro das escolas onde acontecem 51% dos casos de bullying no mundo, de acordo com estudos.